_

FASESP Escreve

O Boletim da Biblioteca da Faculdade SESI-SP de Educação expandiu e tornou-se um jornal mensal!

O exemplar terá seções de: Textos – escritos pelos coordenadores e professores; Voz dos alunos, espaço destinado aos estudantes; e Biblioteca – links interessantes e informações da Faculdade.

O processo de escolha do nome do jornal contou com a colaboração da comunidade acadêmica, que enviou ideias. Após a análise das sugestões recebidas, alguns nomes foram selecionados para votação. O vencedor foi FASESP Escreve.

Confira abaixo o resultado da apuração.

VOTAÇÃO

Agradecemos a todos que seguem contribuindo com a construção e concretização desse Jornal!

Residentes no Super Férias

Super Férias conta com a participação de Residentes

Os alunos Caio Croti, Dais Neri, Gustavo de Oliveira, Ignacio Barcelos, Igor Friedmann, Leticiana dos Santos, Mariana Pedrosa, Matheus Cannalonga e Meire Elen de Haro concluíram sua Residência no mês de julho, auxiliando os monitores do Super Férias – projeto que acontece no SESI-SP Vila Leopoldina, nos meses de janeiro e julho, com o objetivo de fornecer lazer, cultura, práticas esportivas e educação para crianças de 6 a 12 anos.

Os estudantes desenvolveram atividades dinâmicas que estimulam a participação espontânea, a criatividade e o trabalho em equipe. Essas propostas caracterizam práticas didáticas que se expandem além das salas de aula, como, por exemplo, o preparo de receitas, performances no teatro, jogos e brincadeiras nas quadras e piscinas.

Aula Inaugural

No dia 27 de julho, aconteceu a primeira aula do 2º semestre de 2018, com a abertura do professor Fernando Carvalho, Diretor em exercício, que se apresentou aos alunos. Logo após, ocorreu um bate-papo com os estudantes do segundo ano para exporem suas sugestões, dúvidas e opiniões.

Diretor Fernando Carvalho em conversa com os alunos no Terreiro das Artes

Em seguida, o professor Adilson Dalben, coordenador do curso de Matemática, ministrou a palestra “Caminhos Disruptivos para a Avaliação Educacional”, a partir da abordagem que contempla três níveis: aprendizagem, institucional e sistema, evidenciando as lógicas da regulação e da emancipação.

Analisou dados comparativos de avaliações tradicionais que monitoram a qualidade educacional nas escolas públicas e privadas no Brasil. As pesquisas revelam a disparidade dos resultados obtidos entre esses segmentos, pois, ao considerar os valores mais altos alcançados pelas instituições públicas, ainda são inferiores aos atingidos pelas particulares.

Dalben encerrou com uma proposta de Avaliação em Larga Escala Multidimensional, apresentando um contraponto aos modelos unidimensionais vigentes no Brasil e em boa parte do mundo.

Já no dia 08 de agosto, o diretor Fernando Carvalho participou de uma conversa com os alunos do primeiro ano no Terreiro das Artes. Na ocasião, os estudantes puderam tirar dúvidas, fazer apontamentos e receber algumas orientações acerca da estrutura e funcionamento da Faculdade.

Jogando com o conhecimento

Alunos do 2º ano de Ciências Humanas em atividade

No dia 06 de agosto, os estudantes do 4º semestre de Ciências Humanas tiveram uma noite diferente na Faculdade, jogando a partir de conhecimentos que fazem parte do currículo da educação básica. O jogo “Guerra Feudal” foi vivenciado pelos futuros professores de modo a propiciar estratégias e possibilidades desse recurso em ambiente escolar.

A sala foi dividida em grupos. Representando os feudos, os alunos vivenciaram, de maneira lúdica, a realidade existente no período medieval no sentido de criar defesas, construir moinhos e serralherias, recrutar tropas (cavalaria e infantaria) e buscar estratégias de ataque e defesa diante de outros feudos.

Por meio dessa vivência, foi possível perceber as formas diferenciadas de aprendizado e aproximar o lúdico do conhecimento, bem como criar possibilidades de replicar tais momentos na educação básica.

A Faculdade é parceira do CAT Vila Leopoldina!

Os estudantes da Faculdade podem utilizar as dependências do CAT gratuitamente. Para a academia e o balneário, são necessários os exames clínico e dermatológico, respectivamente.

Já os serviços de saúde: Odontologia, Fisiatria, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Nutrição, Psicologia, Massoterapia, RPG e Hidroterapia têm 30% de desconto.

Os interessados devem comparecer à Secretaria Única para matrículas!

Informações: 11 3833-1093
suvleopoldina@sesisp.org.br

Vista aérea das instalações do CAT Vila Leopoldina

BIBLIOTECA

Livros Novos

Durante as férias, foram adquiridos novos livros para o acervo da biblioteca, venham conferir as novidades!

RESENHAS E OUTROS ESCRITOS

Estrela distante

Por Guilherme Sakai– Professor de Licenciatura em Linguagens

Mais do que nunca, o prolífico escritor chileno de carreira meteórica, Roberto Bolaño (1953-2003), é reverenciado no Brasil e no exterior. Seja no volume de contos Putas assassinas, nos breves romances como: Noturno no Chile e A pista de gelo, ou mesmo nos calhamaços Detetives selvagens e 2666, é notável, entre tantas marcas, a extrema fluidez de sua prosa, bem como a habilidade na construção das personagens, sendo das mais fascinantes Alberto Ruiz-Tagle e Carlos Wieder, centrais no romance Estrela distante, lançado no Brasil, em 2009, pela Companhia das Letras.

Situado principalmente no Chile, em tempos da ditadura de Pinochet, Estrela distante desenvolve-se sob o ponto de vista de um narrador obcecado durante décadas pelas figuras de Ruiz-Tagle e Wieder, respectivamente um talentoso poeta que assassina brutalmente duas irmãs ainda no governo de Salvador Allende, e um aviador autor de versos escritos no céu e torturador nos anos de chumbo naquele país. Em princípio, não haveria ligação alguma entre um e outro, exceto o fato de serem a mesma pessoa.

Tem-se início, assim, a incessante busca do narrador, que percorre países anos a fio, pela elucidação da desconcertante personagem. Nessa passagem de tempo e alternância de espaços, Bolaño retrata a derrocada moral de sua geração, dando vozes àqueles que ficaram a reboque da história recente de sua terra natal. Todavia, como em boa parte de sua obra, em Estrela distante o ficcionista extrapola o mero caráter de denúncia política. Nela, o leitor encontrará violentos episódios entremeados por inúmeros referenciais literários, a julgar por suas principais personagens, via de regra literatos (poeta-assassino/torturador-poeta), como se a literatura e a sordidez de nossa natureza estivessem intimamente ligadas.

VOZ DOS ALUNOS

Estudantes do curso de Matemática debatem plano semestral curricular

Por Victor Santos Silva – aluno do 1º ano de Matemática

Alunos do primeiro ano de Matemática em sala de aula

No dia 03 de agosto, o professor Luis Paulo Martins propôs aos alunos do 2º semestre de Licenciatura em Matemática um debate sobre o plano de ensino da unidade curricular “Pensamento Algébrico”.

Esse documento, que aborda os temas do semestre letivo, as atividades avaliativas e o cronograma foram entregues a todos. Após a leitura, discutiram diversos pontos, inclusive as possibilidades de mudanças dos objetivos, do cronograma e das atividades. Além disso, houve discussão sobre a importância de os objetivos de ensino serem claros.

Os estudantes questionaram a organização dos temas, sugeriram alterações e inclusões a partir de suas necessidades, tiraram dúvidas e tomaram conhecimento do que é esperado para o semestre. Todas as sugestões e dúvidas foram acolhidas e avaliadas pelo professor.

Esse debate foi muito relevante, pois teve como intuito proporcionar ao aluno sua participação efetiva no plano de ensino da unidade curricular, possibilitando transparência, principalmente nas avaliações. Com isso, espera-se melhor desenvolvimento deles no decorrer do semestre, a fim de formar bons professores em todos os aspectos.

Segundo o professor Luis Paulo Martins, “A atividade permite maior integração e compromisso dos alunos com as suas aprendizagens, uma vez que, conhecendo os percursos da unidade curricular e seus objetivos, eles podem se dedicar às aulas de maneira mais consciente.”.

Contato

Deixe seu recado